UOL Notícias Notícias
 
27/05/2010 - 07h50 / Atualizada 27/05/2010 - 07h50

Sul-coreanos pedem vingança pela tragédia do "Cheonan"

Seul, Coreia do Sul, 27 Mai 2010 (AFP) -Quase 10.000 pessoas, incluindo muitos veteranos de guerra, pediram nesta quinta-feira em Seul uma resposta ao afundamento da corveta sul-coreana "Cheonan", que segundo uma investigação internacional foi provocado por um torpedo norte-coreano.

Os manifestantes também pediram ao governo uma punição aos membros da oposição ao presidente Lee Myung-Bak que questionam as conclusões da investigação.

"Morra Kim Jong-Il", gritavam os manifestantes, em referência ao líder norte-coreano, filho e sucessor do fundador, em 1948, da República Popular Democrática da Coreia, Kim Il-Sung.

Os manifestantes queimaram uma bandeira norte-coreana.

A nova crise entre os dois países, separados desde o fim da Guerra da Coreia (1950-53), foi provocada pela publicação na semana passada dos resultados de uma investigação internacional que estabeleceu que a corveta sul-coreana "Cheonan" foi afundada por um torpedo norte-coreano.

Quarenta e seis marinheiros sul-coreanos morreram no afundamento do navio.

O Exército norte-coreano anunciou nesta quinta-feira o fim do acordo destinado a prevenir confrontos armados com a Coreia do Sul, em um contexto de crise profunda na península.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host