UOL Notícias Notícias
 
29/05/2010 - 13h05 / Atualizada 29/05/2010 - 13h24

Zelaya analisa proposta de Lobo para voltar a Honduras

Tegucigalpa, Honduras, 28 Mai 2010 (AFP) -O deposto presidente hondurenho Manuel Zelaya anunciou, em seu exílio na República Dominicana, que está analisando a proposta feita pelo atual presidente Porfirio Lobo para voltar a Honduras, mas se queixou que os golpistas de seu país ainda gozam de impunidade.

"Tomarei a palavra de Porfirio Lobo Sosa, a quem agradecemos por suas boas intenções, e analisaremos em que consiste a proposta", afirma Zelaya em uma carta enviada a seus assessores em Tegucigalpa, cuja cópia foi entregue à AFP neste sábado.

Na la carta, Zelaya insiste que "o desterro é uma tortura que ele e sua família sofrem".

Lobo surpreendeu os hondurenhos na quinta-feira ao anunciar que pretende viajar em breve à República Dominicana para trazer Zelaya de volta a Tegucigalpa.

Falando à imprensa, Lobo anunciou ter conversado com seu colega dominicano, Leonel Fernández, para propor a ele ir pessoalmente a Santo Domingo para falar com Zelaya.

Lobo explicou que Fernández pediu um tempo para conversar com Zelaya a respeito da proosta.

Lobo descartou que quando Zelaya voltar a Honduras vá ser preso, como anteriormente afirmaram os presidentes da Suprema Corte de Justiça, Jorge Avilés, e o promotor-geral, Luís Rubí.

Zelaya foi derrubado num golpe de Estado em 28 de junho de 2009.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host