UOL Notícias Notícias
 
30/05/2010 - 10h36 / Atualizada 30/05/2010 - 10h50

Guatemala sofre com tempestade tropical e vulcão: 14 mortos

CIDADE DA GUATEMALA, Guatemala, 29 Mai 2010 (AFP) -Os guatemaltecos suportaram no sábado os efeitos da primeira tempestade tropical da temporada, Agatha - que agora virou depressão - e da violenta erupção do vulcão Pacaya, que até o momento causaram a morte de 14 pessoas, com 16 desaparecidos e mais de 10.000 evacuados.

Doze das vítimas, segundo o governo, morreram nas chuvas associadas à tempestade tropical, que, segundo o Centro Americano de Furacões (NHC), chegou em terra firme na fronteira com o México já degrada em depressão tropical.

Entre os mortos estão quatro crianças, que morreram depois que uma avalanche de terras caiu sobre suas casas em San José Pinula, 17 km a leste da capital guatemalteca, segundo a Coordenação Nacional para a Redução de Desastres (Conred).

Registros da Conred dão conta de mais de 20.000 afetados, dos quais 8.737 tiveram que ser evacuados.

Agatha foi a primeira tempestade tropical da temporada e alcançou ventos máximos de 65 km/h, segundo o NHC.

Por causa das chuvas fortes, também foram registrados desabamentos que obstruíram importantes estradas e cheias de rios, informou o presidente Álvaro Colom em coletiva de imprensa.

No município de Almolonga, oeste da capital, foram resgatados 12 turistas austríacos e americanos, presos no local por causa do bloqueio da estrada.

A tragédia para os guatemaltecos começou na quinta-feira, quando o vulcão Pacaya entrou em erupção inundado de cinzas boa parte do país, incluindo a capital que virou uma imensa praia devido à grossa camada de sedimentos que cobriu as ruas.

A erupção fez dois mortos, deixou três crianças desaparecidas, 59 feridos e 2.000 pessoas evacuadas, segundo informes oficiais.

Também obrigou ao fechamento do aeroporto internacional da Guatemala.

As operações aéreas continuarão suspensas por pelo menos os próximos cinco dias devido à grande quantidade de cinzas na pista.

Os dois fenômenos naturais levaram o presidente Colom a ampliar o estado de emergência a nível nacional, que já regia nos três departamentos afetados pela atividade do vulcão Pacaya, de 2.552 metros de altura.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h30

    -0,11
    3,273
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h37

    1,26
    62.448,33
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host