UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 18h00 / Atualizada 31/05/2010 - 18h09

Brasil pede 'declaração forte' da ONU após ataque israelense

Brasilia, Brasil, 31 Mai 2010 (AFP) -O ministro brasileiro das Relações Exteriores, Celso Amorim, pediu nesta segunda-feira "ação" e "uma declaração forte" das Nações Unidas ante o ataque militar de Israel contra um barco que levava ajuda humanitária internacional para a Faixa de Gaza.

"Não poderíamos ter ficado mais chocados do que com um evento deste tipo. (...) Espero que o Conselho de segurança dê uma declaração forte. (...) É algo que realmente necessita de algum tipo de ação da ONU, porque vai ficar uma marca muito forte", disse Amorim à imprensa em Brasília.

Amorim qualificou o episódio de violência como "um ato muito grave".

"Esperamos que a ONU possa adotar alguma ação e que Israel possa também atender ao que for solicitado", acrescentou.

De acordo com o chanceler brasileiro, os dados disponíveis indicam que os ativistas que iam a bordo do barco atacado por forças israelenses "eram pessoas pacíficas, que não significavam nenhuma ameaça, e que estavam procurando realizar uma ação humanitária".

"Não se pode dizer que eram terroristas perigosos", acrescentou.

A missão da frota atacada "não seria nem necessária se terminasse o bloqueio a Gaza, que já está durando tanto tempo", advertiu o ministro.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h39

    0,23
    3,274
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h42

    1,39
    63.533,07
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host