UOL Notícias Notícias
 
03/06/2010 - 18h49 / Atualizada 03/06/2010 - 18h58

Venezuela cria organismo que poderá "limitar" difusão da informação

CARACAS, 3 Jun 2010 (AFP) -O governo da Venezuela decretou esta quarta-feira a criação de um centro de análise encarregado de "recompilar, processar e analisar" informações sobre "qualquer aspecto de interesse nacional" que poderá ser declarada "reservada" ou "classificada" para limitar sua difusão.

O Centro de Estudo Situacional da Nação (Cesna), órgão subordinado ao ministério do Interior, "será o encarregado de recompilar, processar e analisar de forma permanente a informação (...) sobre qualquer aspecto de interesse nacional, com o objetivo de prover de apoio analítico-informativo o Executivo Nacional", diz o decreto publicado na edição de quarta-feira da Gazeta Oficial.

Entre suas funções, o Cesna "poderá declarar de caráter reservada, classificada ou de divulgação limitada qualquer informação, fato ou circunstância, que no cumprimento de suas funções tenha conhecimento", acrescenta o texto, sem anunciar que áreas abarcaria.

O organismo é criado como parte da corresponsabilidade do "Estado e da sociedade" nas "matérias de segurança e defesa integral da nação".

O governo da Venezuela não divulga há meses cifras oficiais sobre vários aspectos, mas principalmente em questões como insegurança e saúde.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,73
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,00
    65.010,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host