UOL Notícias Notícias
 
04/06/2010 - 10h06 / Atualizada 04/06/2010 - 10h24

Confirmado o frágil crescimento da Eurozona no 1o. trimestre

BRUXELAS, 4 Jun 2010 (AFP) -A Eurozona registrou no primeiro trimestre do ano uma frágil expansão de sua economia de 0,2% do PIB, depois de um crescimento de 0,1% nos últimos três meses de 2009, confirmou uma segunda estimativa publicada nesta sexta-feira pela agência europeia de estatísticas Eurostat.

Os 16 países da Eurozona saíram no quarto trimestre de 2009 de sua pior recessão em mais de 60 anos, mas o crescimento continua sendo frágil, o que não facilita a redução de seus enormes déficits públicos nacionais.

Comparado com o primeiro trimestre de 2009, o Produto Interno Bruto (PIB) da Eurozona registrou entre janeiro e março uma alta de 0,6%.

A Alemanha, principal economia da zona euro, cresceu nesse período 0,2% e a França 0,1%, no mesmo ritmo registrado na Espanha, que saiu então da recessão.

A Grécia, cujo grande déficit público forçou a seus sócios europeus e ao Fundo Monetário Internacional (FMI) a intervir com um plano de resgate, sofreu uma contração no primeiro trimestre (-0,8%), segundo a Eurostat.

Em compensação, a Itália e Portugal, que junto com a Espanha também se encontram na mira pela crise que suas finanças públicas atravessam, registraram um recrescimenot de 0,5% y 1% respectivamente.

No conunto dos 27 países da União Europeia (UE), o crescimento alcançou igualmente 0,2% no primeiro trimestre, o mesmo dado que nos últimos três meses de 2009, enquanto que registrou 0,5% interanual, confirmou a Eurostat.

A fragilidade da recuperação econômica europeia contrasta com um certo vigor experimentado nos Estados Unidos, onde o crescimento ficou em 0,8% no primeiro trimestre de 2010.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host