UOL Notícias Notícias
 
04/06/2010 - 08h06 / Atualizada 04/06/2010 - 08h24

Detido um suspeito do duplo assassinato num tribunal de Bruxelas

BRUXELAS, 4 Jun 2010 (AFP) -A polícia belga prendeu um indivíduo suspeito de envolvimento com o assassinato na quinta-feira de uma juíza e um escrevente durante uma audiência num tribunal de Bruxelas.

Fontes judiciais indicaram que se trata de um iraniano de 47 anos, identificado por testemunhas que se encontravam na sala do tribunal de paz da capital belga, onde a juíza e os escrevente foram mortos a tiros.

Este indivíduo foi preso na noite de quinta num parque de Bruxelas, depois que a polícia foi alertada sobre disparos.

Segundo as informações, o homem estava atirando para o ar, dando a impressão de querer ser preso ou então pretendendo se suicidar.

O porta-voz da polícia explicou que o suposto assassino confessou ter agido por vingança contra a justiça em geral e contra a juíza em particular. Ela decidiu em 2007 expulsá-lo do apartamento que alugava e desde então não teve mais domicílio fixo, segundo contou.

A juíza, de 60 anos, presidia um tribunal civil em Bruxelas encarregado de questões como conflitos conjugais ou divórcios.

Quando a audiência chegava ao fim, o assassino, que tinha assistido à sessão, sacou um revólver e atirou em direção à juíza e a seu secretário, matando ambos, antes de fugir.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host