UOL Notícias Notícias
 
10/06/2010 - 08h13 / Atualizada 10/06/2010 - 10h47

Chávez apoia Ahmadinejad e diz sanções da ONU não valem "um centavo"

Em Caracas

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, manifestou nesta quarta-feira seu apoio à posição de seu colega iraniano, Mahmud Ahmadinejad, sobre as novas sanções impostas pelo Conselho de Segurança da ONU ao Irã, e as rejeitou porque "não valem um centavo".

"Disse-o bem, caramba! Não valem um centavo", declarou Chávez, principal aliado de Teerã na América do Sul.

Em um comunicado, Chávez também condenou energicamente o fato de o Conselho de Segurança ter ignorado "os esforços que países de boa vontade fizeram para alcançar junto a Teerã um acordo sem precedentes em termos de cooperação nuclear", em alusão ao Brasil e à Turquia.

Chávez igualmente rejeitou as críticas a seus governo feitas em Quito pela secretária de Estado americana Hillary Clinton, segundo as quais algumas políticas de Caracas "simplesmente não estão funcionando" em prol da populaçãoo.

"Clinton 'quase chora' ao opinar sobre a Venezuela", ironizou Chávez, lendo trechos da entrevista da chanceler americana durante sua visita ao Equador.

"Veja bem, senhora Clinton, nós, sim, é que sentimos pena do que está acontecendo com o povo dos Estados Unidos: existem 40 milhões de pobres nos Estados Unidos", ironizou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h00

    0,11
    3,176
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h03

    -0,28
    64.681,47
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host