UOL Notícias Notícias
 
10/06/2010 - 08h39 / Atualizada 10/06/2010 - 08h51

O "Canibal de Londres" tentou suicídio na prisão

LONDRES, 10 Jun 2010 (AFP) -O estudante de criminologia britânico de 40 anos acusado de matar três prostitutas precisou receber atenção médica na prisão em que se encontra detido depois de uma tentativa fracassada de suicídio, informou a imprensa britânica nesta quinta-feira.

Stephen Griffiths, que ficou conhecido como o "canibal de balestra", foi encontrado inconsciente em sua cela na prisão de Wakefield com a cueca em torno do pescoço e um saco plástico na cabeça, segundo os jornais The Sun e Daily Mirror, citando fontes de dentro do presídio.

Uma porta-voz do ministério da Justiça confirmou que "um preso de Wakefield recebeu tratamento na enfermaria da prisão depois de um acidente de autolesão", sem dar maiores detalhes.

Griffiths foi detido em 24 de maio e acusado pelo homicídio de Susan Rushworth, de 43 anos, Shelley Armitage, de 31, Susan Blamires, de 36, desaparecidas na localidade de Bradford, região de Yorkshire (norte da Inglaterra).

Até o momento, a polícia só encontrou os restos de Blamires.

O acusado compareceu por videoconferência na segunda-feira passada ante um tribunal, onde seus advogados indicaram que pedirão uma avaliação de seu estado mental.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host