UOL Notícias Notícias
 
10/06/2010 - 20h26 / Atualizada 10/06/2010 - 20h31

Presidente da BP convocado para reunião com Obama

WASHINGTON, 10 Jun 2010 (AFP) -O presidente do grupo britânico BP, Carl-Henric Svanberg, foi convocado a uma reunião na próxima quarta-feira para responder sobre a maré negra na presença do presidente americano, Barack Obama, indicou nesta quinta-feira uma carta oficial.

"O derramamento da BP Deepwater Horizon é o maior desastre ambiental da história de nossa nação", lê-se na carta dirigida a Svanberg e escrita por Thad Allen, almirante chefe da Guarda Costeira americana. Allen é o responsável por controlar os esforços da administração de Obama para responder à catástrofe no Golfo do México.

"Solicito que você mesmo, e todo o responsável idôneo da BP, reúnam-se com altos funcionários da administração na quarta-feira, 16 de junho de 2010, para discutir temas relacionados à maré negra", escreve o almirante.

"A BP é financeiramente responsável", acrescenta.

Nesta quinta-feira, autoridades americanas afirmaram que até 40 mil barris de petróleo podem estar vazando diariamente da base da plataforma da BP, o dobro do que se previa anteriormente.

"A menor estimativa que estamos prevendo e que os cientistas pensam ser possível é provavelmente de 20 mil barris, e a maior é de pouco mais de 40 mil", afirmou à imprensa Marcia McNutt, diretora do Instituto Geológico americano e responsável por uma equipe que avalia as consequências do vazamento.

Os dados - coletados antes da instalação, no dia 3 de junho, de um sistema de contenção do petróleo - apresentam mais que o dobro da previsão anterior, que variava de 12 a 19 mil barris por dia.

Em 24 horas, o mecanismo de contenção capturou mais de 15 mil barris e, futuramente, a intenção é coletar até 28 mil barris por dia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host