UOL Notícias Notícias
 
13/06/2010 - 12h00 / Atualizada 13/06/2010 - 12h05

Pelo menos 12 mortos e tomada de reféns em ataque a BC em Bagdá

BAGDÁ, 13 Jun 2010 (AFP) -Homens vestindo uniformes militares e coletes com explosivos realizaram um ataque sofisticado na manhã deste domingo contra o Banco Central, em Bagdá, matando pelo menos 12 pessoas e fazendo funcionários como reféns, segundo fontes da segurança.

Os atacantes, de número ainda não divulgado, tomaram o controle do prédio situado na rua Rachid, no centro de Bagdá, segundo um oficial de alta patente, ao mesmo tempo em que a polícia e o exército fecharam inteiramente a região, sobrevoada por helicópteros.

"Pelo menos 12 pessoas morreram e 40 ficaram feridas", segundo uma das fontes de segurança.

Por volta das 09H00, homens armados atacaram o banco disse à AFP Qassem Atta, porta-voz do comando militar de Bagdá.

"Soldados e policiais tentaram entrar no prédio duas vezes, mas dois suicidas acionaram seus explosivos para impedi-los", acrescentou o oficial.

O ataque foi muito sofisticado, precisou um outro militar, destacando que alguns atacantes se posicionaram no telhado do banco para impedir qualquer ação contra eles por parte das forças de segurança.

Pelo menos oito explosões foram ouvidas no início do atentado que acontece na véspera da sessão inaugural do segundo Parlamento do Iraque desde a invasão liderada pelo exército americano em 2003.

O Parlamento deve eleger seu presidente e dois vices, assim como o novo presidente da República.

Mas políticos e diplomatas estimam que o impasse político no qual o país está mergulhado não será solucionado tão cedo, uma vez que não se chegou a um acordo sobre a divisão de cargos importantes do Estado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h49

    0,70
    3,280
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h51

    -1,70
    61.572,64
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host