UOL Notícias Notícias
 
13/06/2010 - 11h56 / Atualizada 13/06/2010 - 12h06

Refugiados do Quirquistão podem chegar a 75 mil

Iorkichlok, Uzbequistão, 13 Jun 2010 (AFP) -Os conflitos étnicos no Quirquistão já provocaram a fuga para o Uzbequistão de pelo menos 32 mil pessoas, segundo fontes próximas ao Ministério das Situações de Emergência uzbeque. Algumas falam em até 75 mil refugiados.

"Em toda a região de Andijan já foram contabilizados 32 mil refugiados adultos", declarou à AFP o chefe do Ministério das Situações de Emergência uzbeque para a região, Abror Kossimov.

O funcionário, que está no vilarejo de Iorkichlok, onde há milhares de refugiados, disse que não há um número certo de crianças nessa delicada situação, mas que elas são milhares. A AFP constatou que a maioria é de mulheres acompanhadas de crianças. Também há muitos idosos.

Uma fonte no mesmo ministério informou à agência Ria Novosti que 75 mil refugiados, já contando as crianças, teriam cruzado a fronteira.

O governo provisório do Quirquistão declarou estado de emergência em toda a região de Djalal-Abad e em parte da região de Och. A ordem aos militares é atirar para matar se assim por necessário para abafar os confrontos no Sul do país.

As atuais autoridades chegaram ao poder no Quirquistão no começo de abril em um golpe que deixou 87 mortos e tirou do poder o Kourmanbek Bakiev; em seguida houve uma onda de violência. Um referendo sobre a nova Constituição está marcado para o dia 27.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host