UOL Notícias Notícias
 
14/06/2010 - 08h06

BP diz que vazamento de petróleo já custou US$ 1,6 bilhão

O grupo petroleiro britânico BP afirmou nesta segunda-feira (14) que os esforços para conter a maré negra no Golfo do México já custaram US$ 1,6 bilhão.

Esta soma também integra os primeiros US$ 60 milhões destinados ao projeto de construção de uma ilha-barreira na Louisiana.

Na véspera, os Estados Unidos informaram que querem que a British Petroleum (BP) abra uma conta embargada para pagar indenizações relacionadas à mancha de óleo, segundo palavras do assessor de Barack Obama, David Axelrod, falando num programa do canal NBC.

"Queremos garantir que o dinheiro seja embargado para responder a pedidos legítimos de indenização que foram feitos e vão continuar sendo apresentados por parte de empresas e particulares prejudicados", disse.

"Pretendemos nos assegurar de que o dinheiro seja administrado de maneira independente e que não haverá reticências na hora de indenizar", acrescentou.

O presidente Obama pode fazer o pedido diretamente aos dirigentes da BP, numa reunião na próxima quarta-feira na Casa Branca; eles depositariam, então, vários milhões de dólares numa conta embargada.

Segundo o jornal britânico "Times", o pagamento de dividendos da BP para o segundo trimestre poderá ser suspenso e embargado até que seja determinado o custo final do que a britânica pagaria por prejuízos causados pela maré negra, depois da explosão, no dia 20 de abril, de uma plataforma de petróleo administrada pela companhia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host