UOL Notícias Notícias
 
14/06/2010 - 16h01 / Atualizada 14/06/2010 - 16h10

Planos anticrise custaram US$ 1 trilhão aos países do G20

GENEBRA, 12 Jun 2010 (AFP) -As políticas anticrise elaboradas pelos governos do G20, fórum dos países desenvolvidos e das potências emergentes, custaram até agora mais de 1 trilhão de dólares, segundo um estudo publicado na segunda-feira pela OCDE e pela agência CNUCED.

"Treze países continuam contabilizando ativos e passivos relacionados aos planos de emergência", afirma o relatório conjunto publicado pela Organização para o Comércio e o Desenvolvimento (CNUCED).

A poucos dias da próxima cúpula do G20 prevista em Toronto (Canadá) em 26 e 27 de junho, o estudo que dá conta dos investimentos feitos pelas 20 primeiras economias mundiais entre novembro de 2009 e maio de 2010 estima que "essa herança de medidas de emergência é importante".

"A soma total dos compromissos públicos - através de ações, empréstimos e garantias - fechada em 20 de maio de 2010 supera os 1 trilhão de dólares", afirma.

A OCDE e a CNUCED pedem aos países do G20 a colocar fim o quanto antes a seus planos de salvamento e que se dediquem urgentemente às reformas do sistema financeiro, vitais para uma verdadeira reativação econômica.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host