UOL Notícias Notícias
 
16/06/2010 - 11h01 / Atualizada 16/06/2010 - 11h02

EUA farão de tudo para BP pagar por vazamento, diz assessor de Obama

O governo americano usará de todos os recursos disponíveis para que a petroleira BP assuma o custo das operações de limpeza do vazamento no Golfo do México, afirmou nesta quarta-feira o assessor do presidente Barack Obama, David Axelrod.

Axelrod fez esta declaração poucas horas antes de Obama se reunir com o presidente da BP, Carl-Henric Svanberg, na Casa Branca. O diretor executivo da petroleira, Tony Hayward, também participará no encontro.

"Usaremos todos os recursos legais que estiverem a nossa disposição. Mas creio que (os dirigentes da BP) entendem a situação em que se encontram e entedem a pressão para cumprir com suas obrigações. Vamos nos assegurar que o façam", acrescentou.

Na véspera, Obama alertou que os Estados Unidos levarão meses e até mesmo anos no combate ao que chamou de 'epidemia' provocada pelo vazamento do petróleo no Golfo do México, anunciando ainda que não suspenderá uma moratória de seis meses para a exploração de petróleo em águas profundas até que as causas da tragédia sejam conhecidas.

"Esta contaminação é a pior catástrofe ambiental que os Estados Unidos já viram. E diferente de um terremoto ou um furacão, não é um acontecimento pontual, que causa danos em questão de minutos ou em poucos dias", disse Obama em discurso à Nação, afirmando que fará a petroleira britânica BP pagar pelos danos.

A quantidade de petróleo que vaza "para o Golfo do México parece mais uma epidemia que nós combateremos durante meses e, inclusive, anos", acrescentou o presidente, que anunciou ter autorizado a mobilização de milhares de homens da Guarda Civil para combater a maré negra e que contatou os governadores dos estados afetados pelo desastre para colocar estes homens para trabalhar prontamente.

"Autorizei a mobilização de cerca de 17 mil membros da Guarda Nacional na costa", disse Obama.

"Chamo os governadores dos estados afetados a colocarem estas tropas para trabalhar o mais cedo possível", acrescentou.

No discurso, Obama prometeu, ainda, "fazer a BP pagar" pelo vazamento de petróleo no golfo do México e disse que ordenará ao presidente da BP a criar um fundo gerenciado de forma independente para indenizar as vítimas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h19

    -0,77
    3,258
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h26

    0,93
    63.815,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host