UOL Notícias Notícias
 
16/06/2010 - 16h29 / Atualizada 16/06/2010 - 16h40

Vietnã: danos do agente laranja são estimados em US$ 300 milhões

WASHINGTON, 16 Jun 2010 (AFP) -Um grupo de ação americano-vietnamita estimou em 300 milhões de dólares o montante de um processo relativo aos danos causados pelo pó radioativo do agente laranja, produto tóxico usado pelos Estados Unidos no Vietnã, e que Washington deve assumir em grande parte.

"O plano se executaria (...) em dez anos e deverá custar 300 milhões de dólares, o que representa uma parte significativa da solução para os efeitos de longo prazo do agente laranja", escreveram membros da organização "EUA-Vietnã, grupo de diálogo sobre o Agente Laranja".

O produto, um desfolhante que contém dioxina, substância química altamente tóxica, foi usado entre 1961 e 1971 em dezenas de milhões de litros pelos Estados Unidos para destruir florestas e cultivos onde se escondiam as guerrilhas vietnamitas.

Segundo o grupo, este herbicida, que pode causar câncer, cegueira, doenças de pele e deficiências físicas, afetou a saúde de três milhões de vietnamitas, inclusive pelo menos 150 mil crianças que sofreram de doenças graves e más-formações na idade adulta.

"O governo dos EUA deveria desempenhar um papel chave para fazer frente a estes custos junto a doadores públicos e privados, proporcionando um maior investimento permanente e complementando os esforços do Vietnã com seu povo", acrescentou o grupo.

O plano de 20 páginas estabelece dois objetivos: o primeiro visa a descontaminar o solo contaminado pela toxina a fim de restaurar o ecossistema. O segundo amplia serviços médicos às pessoas que sofrem de sequelas ligadas à exposição ao agente laranja.

Desde 2007, o Congresso americano concedeu nove milhões de dólares por ano para minimizar os riscos da dioxina no Vietnã e financiar os cuidados com as vítimas.

Em 2009, os Estados Unidos acordaram um contrato para financiar um projeto de construção de um vasadouro para receber a terra e os sedimentos contaminados no aeroporto de Da-Nang, base a partir da qual foram lançadas as missões de desfolhagem durante a guerra.

A descontaminação de Da-Nang deverá começar em 2011, indicou recentemente Andrew Shapiro, vice-secretário de Estado americano para as Relações Político-militares, durante visita ao Vietnã.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h50

    0,35
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h54

    0,46
    74.787,42
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host