UOL Notícias Notícias
 
17/06/2010 - 23h00 / Atualizada 17/06/2010 - 23h56

Chávez exige saída de relator da ONU para liberdade de expressão

CARACAS, 17 Jun 2010 (AFP) -O governo do presidente Hugo Chávez pedirá à Organização das Nações Unidas que destitua o relator especial da ONU para a liberdade de expressão, Frank de La Rue, por "interferência nos assuntos internos" da Venezuela, informou nesta quinta-feira o diplomata venezuelano Jorge Valero.

De La Rue "incorreu em uma inaceitável interferência nos assuntos internos da Venezuela" ao pedir a suspensão "dos procedimentos jurídicos" contra Guillermo Zuluoga, presidente da rede de televisão Globovisión.

Segundo Valero, nesta sexta-feira será enviado "uma comunicação oficial ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, exigindo a destituição" de La Rue, de origem guatemalteca.

"Este caso não compete" ao relator De La Rue "porque a investigação sobre Zuloaga não é ligada aos meios de comunicação...".

O presidente da Globovision responde a vários processos, mas a ordem de prisão está ligada à ação aberta contra Zuloaga em 2009, envolvendo 24 veículos mantidos de "forma irregular" na residência do empresário.

Em março passado, Guillermo Zuloaga foi acusado por divulgar informação falsa e ofender o presidente Chávez em declarações públicas.

No início de junho, Chávez advertiu para a situação do presidente da Globovisión: "Zuloaga disse que eu mandei matar pessoas e segue livre. Isto só ocorre neste país (...) mas não pode ser assim (...). Não vou discutir com este burguês, mas há um sistema que deve colocar as coisas no lugar".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h19

    -0,84
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h27

    1,05
    68.693,62
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host