UOL Notícias Notícias
 
17/06/2010 - 14h27 / Atualizada 17/06/2010 - 14h32

Suécia prepara-se para casamento da princesa Victoria com plebeu

ESTOCOLMO, 17 Jun 2010 (AFP) -Estocolmo, enfeitada com as cores do reino - amarelo e azul, celebrará neste sábado o casamento da princesa herdeira Victoria da Suécia com seu ex-professor de ginástica Daniel Westling, em uma cerimônia da qual participarão famílias reais do mundo todo.

Apesar de a agitação que envolve o casamento e seu custo ter atiçado as críticas à instituição monárquica, a Corte e a cidade de Estocolmo decidiram comemorar as bodas com shows e programas de TV. A cerimônia ocorrerá no sábado na Catedral de Storkyrkan.

Depois da missa, a comitiva, de carruagem, atravessará a cidade, e o jovem casal subirá a bordo de uma embarcação no Mar Báltico que os levará à ilha de Gamla Stan.

Os policiais foram mobilizados pela cidade, em torno de 2.000 jornalistas receberam credenciamento, a emisssora pública SVT, que transmitirá o casamento ao vivo, prevê a maior mobilização de sua história.

Será um dia histórico para o reino da Suécia, que modificou sua Constituição para permitir à filha mais velha do rei Carl XVI Gustaf subir ao trono até então reservado aos herdeiros varões.

No sábado, será a futura rainha que, aos 32 anos, dirá "sim" a seu ex-professor de ginástica, de 36 anos, que se tornou empresário dono de salões esportivos de luxo.

Depois do casamento, "Daniel Westling receberá o título de príncipe da Suécia dado pelo rei" e se tornará, assim, "membro da família real; ou seja, será chamado Sua Majestade Real o Príncipe Daniel", anunciou a Corte. Com essa união, obterá também o título de duque de V¤sterg¶tland, um ducado que inclui G¶teborg, na região oeste do reino.

Diversos soberanos, incluindo o rei da Espanha Juan Carlos e o rei da Jordânia, Abdullah II, participarão do casamento, segundo a lista oficial de convidados revelada nesta quinta-feira.

Entre os convidados estão outros monarcas, todos acompanhados por seus cônjuges: a princesa herdeira japonesa Masako, a rainha da Holanda, Beatrix, a rainha da Dinamarca, Margrethe II, o rei da Noruega, Harald V, e o rei da Bélgica, Alberto II.

O duque de Luxemburgo e o príncipe Albert de Mônaco também participarão da celebração, enquanto a família real britânica será representada pelo príncipe Edward.

Entre os monarcas que não estarão presentes estão o rei Constantino, da Grécia, o rei da Bulgária, Simeon II, e o príncipe da Sérvia, Alexander II.

Participarão da festa apenas dois chefes de Estado: a presidente da Finlândia, Tarja Halonen, e seu colega islandês, Olafur Grimsson.

Todos os ministros do governo sueco, incluindo o primeiro-ministro Fredrik Reinfeldt, estarão presentes, assim como a líder opositora Mona Sahlin.

No que se refere aos presentes, a imprensa divulgou uma lista com elementos dos mais clássicos aos mais surpreendentes. Assim, além do serviço de 1.000 copos oferecidos pelo Parlamento e pelo governo, o casal recebeu, desde o anúncio do casamento, 100.000 abelhas por parte da Federação Sueca dos Apicultores, dado o interesse que Victoria tem desde pequena pelas colmeias.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host