UOL Notícias Notícias
 
20/06/2010 - 21h48 / Atualizada 20/06/2010 - 21h48

EUA: congressista acusa BP de subestimar volume do vazamento

WASHINGTON, 20 Jun 2010 (AFP) -Um importante congressista americano revelou neste domingo um documento interno da BP que estima em até 100.000 os barris de petróleo que um poço danificado vaza diariamente no Golfo do México, em torno de 20 vezes o volume admitido publicamente.

Quando entregou o documento aos congressistas em maio, a BP reconhecia publicamente que o fluxo diário de petróleo era de 5.000 barris, e que poderia chegar até 60.000 barris, afirmou o democrata Ed Markey, titular da comissão de Independência Energética e Aquecimento Global da Câmara dos Representantes.

Markey acusou a empresa de mentir ao Congresso para não arcar com as responsabilidades da catástrofe ocorrida após a explosão em 20 de abril que deixou 11 operários da BP mortos na plataforma petroleira Deepwater Horizon, que dois dias depois naufragou em frente à costa de Louisiana.

"A cifra poderá alcançar (aproximadamente) 100.000 barris por dia (...) ou 55.000 barris diários", segundo os cenários apresentados, afirma a BP no documento sem data entregue em maio, disse Markey, que divulgou duas páginas do calhamaço.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h20

    0,24
    3,137
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host