UOL Notícias Notícias
 
20/06/2010 - 08h28 / Atualizada 20/06/2010 - 08h40

Irã enfoca homem acusado de estupro

TEERÃ, 20 Jun 2010 (AFP) -Um iraniano, condenado à morte por estupro, foi enforcado na cidade de Zahedan, sudeste do Irã, informou o jornal governamental, que não precisou a data da execução.

O condenado, identificado apenas por seu primeiro nome, Jamshid, foi declarado culpado por estuprar uma moça em abril.

Este enforcamento, junto com o de Abdolmalek Righi, chefe do movimento rebelde sunita Jundalá, anunciado neste domingo pela agência Irna, eleva a 82 o número de pessoas executadas no Irã no correr do ano, segundo contagem da AFP baseada em informações da imprensa local.

Em 2009, 270 pessoas foram executadas no Irã.

O assassinato, o estupro, o roubo a mão armada, o tráfico de drogas e o adultério podem ser castigados com a pena de morte no país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host