UOL Notícias Notícias
 
21/06/2010 - 18h29 / Atualizada 21/06/2010 - 18h37

Equipe internacional decifra genoma do piolho

WASHINGTON, 21 Jun 2010 (AFP) -Uma equipe internacional de cientistas decifrou o genoma do piolho, companheiro inseparável do ser humano há milhões de anos, segundo trabalho publicado esta segunda-feira nos Estados Unidos.

Este feito traz novas informações sobre a biologia humana e a deste inseto.

Os autores do estudo decifraram, ainda, o genoma de uma bactéria que vive no corpo do piolho e se chama 'Candidatus Riesia Pedicullicola'.

O genoma do piolho é o menor já decifrado de um inseto, destacam os cientistas com estudos publicados nos Anais da Academia Nacional de Ciências de 21 de junho.

O parasita, medindo de 2 a 3 milímetros de comprimento, é totalmente dependente dos humanos para sua sobrevivência e desapareceria da Terra se estivesse separado deles por muito tempo, explicaram.

O corpo do piolho conta, ainda, com "o menor número de enzimas de desintoxicação observadas em qualquer outro inseto", disse John Clarck, pesquisador da Universidade de Massachusetts e um dos autores do estudo.

Este número reduzido de enzimas de desintoxicação faz com que o organismo do piolho seja potencialmente promissor para o estudo da resistência aos inseticidas e outros mecanismos de defesa, acrescentou Pittendrigh.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h39

    -0,96
    3,150
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h48

    0,51
    70.368,20
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host