UOL Notícias Notícias
 
23/06/2010 - 21h31 / Atualizada 23/06/2010 - 21h33

Austrália tem sua primeira mulher premier

CANBERRA, 23 Jun 2010 (AFP) -A trabalhista Julia Gillard tornou-se a primeira mulher a ocupar o cargo de premier da Austrália, depois que seu antecessor, Kevin Rudd, abdicou do posto de líder do partido, evitando uma votação em que a derrota era certa.

"A próxima primeira-ministra trabalhista, a primeira mulher a ocupar o cargo de premier neste país será Julia Gillard", disse um porta-voz do partido.

Gillard, de 48 anos, assumiu o posto deixado por Rudd, depois que o premier deixou o cargo, admitindo ter perdido o apoio de líderes importantes do país e sofrido queda nas pesquisas de opinião.

"Eu me sinto muito honrada, farei um discurso completo muito em breve", disse Gillard aos jornalistas após deixar a votação do partido, no Parlamento, em Canberra.

O tesoureiro Wayne Swan, considerado um timoneiro que conduziu o país com habilidade durante a crise financeira internacional, será o vice-premier, uma vez que ele e Gillard forem empossados pelo governador geral, Quentin Bryce, esta quinta-feira.

Esperava-se que Rudd contestasse a votação do Partido Trabalhista em Gillard, uma profissional sem filhos, que ingressou no Parlamento em 1998.

Mas depois de indícios de que ele perderia a eleição, obtendo o apoio de apenas 30 de seus colegas parlamentares, contra os mais de 70 apoiadores de Gillard, ele se esquivou.

O líder trabalhista Rudd (centro-esquerda) tinha bom desempenho nas pesquisas de opinião até recentemente, mas sua taxa de aprovação despencou desde que adotou uma série de decisões polêmicas, como o recuo no mercado de emissões de carbono para combater as mudanças climáticas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host