UOL Notícias Notícias
 
26/06/2010 - 15h17 / Atualizada 26/06/2010 - 15h23

Forças afegãs e Otan matam comandante talibã disfarçado com burca

CABUL, 26 Jun 2010 (AFP) -Um importante comandante talibã, vestido de mulher, morreu em uma troca de tiros com as forças afegãs e da Otan, quando estas tentavam detê-lo no sul de Cabul, anunciaram militares este sábado.

As forças afegãs e da Otan, que conseguiram localizar Ghulam Saji na noite de sexta-feira, no distrito de Puli Alam (provínvia de Logar), pediram às mulheres e crianças que deixassem o prédio onde ele se encontrava, segundo comunicado das forças de coalizão.

"Quando as mulheres e crianças saíam, Saji saiu com o grupo, disfarçado de mulher, pegou uma pistola e uma granada e atirou na direção das forças de segurança", acrescentou o texto das forças internacionais.

"Quando os disparos das forças afegãs e da coalizão o atingiram, soltou a granada, que explodiu, ferindo uma mulher e duas crianças", acrescentou.

Saji, conhecido por vários nomes, esteve envolvido em vários ataques com explosivos caseiros contra as forças afegãs e internacionais. Também esteve envolvido no sequestro seguido de morte de um chefe de segurança da província de Logar, segundo o comunicado.

Em outro caso, pelo menos dois civis morreram e quatro ficaram feridos em um atentado suicida em frente à sede da polícia de Tarin Kot, capital da província do Uruzgan, anunciou este sábado uma fonte oficial.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host