UOL Notícias Notícias
 
27/06/2010 - 20h06 / Atualizada 27/06/2010 - 20h09

Nova Constituição aprovada com 90% dos votos no Quirguistão: resultados parciais

BISQUEQUE, Quirguistão, 28 Jun 2010 (AFP) -A nova Constituição quirguiz foi aprovada com mais de 90% dos votos, após um referendo celebrado este domingo, anunciou a Comissão Eleitoral em seu site na internet, citando resultados relativos a 90% das seções.

Segundo estes resultados parciais, publicados pela Comissão, a nova Constituição recebeu 90,7% de votos "sim" e 7,96% de votos "não".

Os resultados definitivos serão anunciados em dois dias.

O presidente russo, Dmitri Medvedev, alertou que a votação poderia intensificar o extremismo no instável país da Ásia Central.

"Tenho problemas em imaginar que uma república parlamentar possa funcionar no Quirguistão, e não vá provocar uma série de problemas e encorajar a ascenção ao poder de forças extremistas", disse Medvedev à imprensa à margem da cúpula do G20, em Toronto, Canadá.

"O Quirguistão enfrenta muitos problemas, sobretudo a ameaça de ruptura. Para evitá-la, faz-se necessária uma autoridade forte e bem organizada", afirmou.

Nas últimas semanas, o Quirguistão tem sofrido uma escalada da violência entre grupos étcnicos quirguizes e uzbeques que deixou centenas de mortos e aumentou a tensão na região apenas dois meses depois de o governo anterior ter sido deposto.

No referendo deste domingo, os quirguizes apoiaram o estabelecimento de uma democracia parlamentar, segundo o governo interino que assumiu o poder depois do golpe de estado de abril.

O Quirguistão é uma antiga república soviética e a Rússia ainda tem grande influência no país, onde mantém uma base militar e estreitos laços econômicos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host