UOL Notícias Notícias
 
28/06/2010 - 11h08 / Atualizada 28/06/2010 - 11h13

AI acusa o governo de Porfirio Lobo de não tratar dos abusos aos DH

LONDRES, 28 Jun 2010 (AFP) -A Anistia Internacional (AI) acusou nesta segunda-feira o governo de Porfirio Lobo de fracasar em sua política de luta contra as graves violações dos direitos humanos cometidas desde o golpe de Estado de Honduras.

A organização estabelecida em Londres denuncia tanto a impunidade dos membros das forças de segurança que cometeram abusos no último ano como a crescente preocupação pela situação da liberdade de expressão, depois dos assassinatos de sete jornalsitas desde março passado.

Lobo foi eleito em 29 de novembro passado, em votação realizada durante a crise derivada do golpe contra o presidente hondureño Manuel Zelaya, e tomou posse em janeiro.

A Anistia denuncia que até o momento ninguém foi acusado ou castigado pelos abusos, que incluem atos de violência e prisões arbitrárias, além do fechamento de meios de comunicação e ataques sexuais contra mulheres e crianças.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h29

    -0,18
    3,130
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h38

    -0,91
    75.299,62
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host