UOL Notícias Notícias
 
28/06/2010 - 18h50 / Atualizada 28/06/2010 - 19h03

Serviço secreto colombiano nega ter espionado presidente do Equador

BOGOTÁ, 28 Jun 2010 (AFP) -O serviço secreto colombiano negou nesta segunda-feira ter interceptado telefonemas do presidente equatoriano, Rafael Correa, de seus colaboradores e de militares, políticos, empresários e jornalistas em 2008, como foi divulgado pela imprensa desse país.

"O DAS (Departamento de Segurança) não realizou nenhuma atividade irregular de inteligência em território equatoriano. (...) De nenhuma maneira e sob nenhum meio o DAS interveio na privacidade do presidente da República do Equador, Rafael Correa, ou de qualquer cidadão equatoriano", completou.

Em um comentário sucinto, o orgão de inteligência atribuiu a versão a "pessoas que tentam com informações tergiversadas confundir os veículos de imprensa e a opinião pública, com o objetivo de turvar o caminho de melhora nas relações entre os dois países".

Nesta segunda-feira, o jornal equatoriano El Universo afirmou que em 2008, quando Quito rompeu relações diplomáticas com Bogotá, o DAS interceptou os telefones do presidente equatoriano e de vários de seus colaboladores.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host