UOL Notícias Notícias
 
29/06/2010 - 14h58 / Atualizada 29/06/2010 - 15h43

Calderón pede união dos partidos contra o narcotráfico

MÉXICO, 29 Jun 2010 (AFP) -O presidente do México, Felipe Calderón, convocou nesta terça-feira a união de todos os partidos políticos para dar "uma resposta unida e firme" ao narcotráfico, após o assassinato de um candidato a governador, favorito nas eleições regionais de domingo.

"Não há margem para pretender dividendos políticos", disse o presidente, ressaltando que o desafio enfrentado pelo México exige que todos os partidos e forças políticas atuem "com visão de Estado, somando todas as vontades".

Calderón, que atribuiu na segunda-feira o assassinato ao crime organizado, fez o convite aos partidos em uma segunda mensagem pública lida em menos de 24 horas, na sede presidencial de Los Pinos.

O candidato a governar do estado de Tamaulipas, no nordeste do México, Rodolfo Torre, foi assassinado junto com cinco acompanhantes na segunda-feira em uma emboscada, quando se dirigia ao aeroporto de Ciudad Victoria, capital do estado.

Torre, do Partido Revolucionário Institucional (PRI), que governou o México por mais de 70 anos, até 2000, era favorito nas eleições em Tamaulipas, no domingo, quando 14 estados renovarão o Congresso e 12 escolherão seus governadores.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h20

    0,81
    3,171
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h24

    -0,15
    68.608,76
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host