UOL Notícias Notícias
 
30/06/2010 - 00h04 / Atualizada 30/06/2010 - 05h10

Colômbia descobre plano para atentado na posse de Santos

  • Juan Manuel Santos, ex-ministro da Segurança e eleito novo presidente da Colômbia com 69% dos votos

    Juan Manuel Santos, ex-ministro da Segurança e eleito novo presidente da Colômbia com 69% dos votos

As autoridades colombianas revelaram nesta terça-feira ter descoberto armas, fotos e plantas da sede do governo em uma casa do sul de Bogotá, que fariam parte de um plano da guerrilha para matar Juan Manuel Santos no dia 7 de agosto, durante sua posse na presidência.

Segundo Marilú Méndez, diretora do Corpo Técnico de Investigações (CTI) da Promotoria colombiana, durante uma batida a polícia encontrou morteiros, fotos e plantas do Palácio Presidencial.

Os policiais também prenderam dois supostos membros das milícias urbanas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Em 7 de agosto de 2002, durante a posse do presidente Alvaro Uribe, as Farc atacaram o Palácio Presidencial, na Praça de Bolívar, com foguetes artesanais disparados de uma casa situada na mesma zona da residência revistada hoje.

O ataque de 2002 matou 19 pessoas, a maioria indigentes que ocupavam uma zona próxima à origem dos disparos.

Santos foi ministro da Defesa de Alvaro Uribe e durante sua gestão aplicou severos golpes às Farc, a principal guerrilha colombiana.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host