UOL Notícias Notícias
 
01/07/2010 - 20h22 / Atualizada 01/07/2010 - 20h38

Ucrânia renuncia à adesão à Otan

KIEV, 1 Jul 2010 (AFP) -O Parlamento ucraniano adotou na noite desta quinta-feira a lei que permite impedir a adesão desta ex-república soviética à Otan e confirma seu estatuto de país "não alinhado", comprovou a AFP.

A medida foi apresentada por iniciativa do novo presidente ucraniano, Víktor Yanukovich, que desde sua eleição, em fevereiro passado, aplica uma política de reaproximação com a Rússia.

O projeto foi aprovado por 259 dos 450 deputados.

A lei estabelece os "principios básicos" da política nacional, especialmente "a manutenção de uma política de não alinhamento pela Ucrânia, o que implica a não participação em alianças político-militares", incluindo a Otan.

A lei prevê "uma colaboração construtiva com a Otan", mas sem adesão.

Yanukovich é favorável à entrada da Ucrânia na União Europeia, "objetivo" mencionado na nova lei como uma prioridade de Kiev.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host