UOL Notícias Notícias
 
03/07/2010 - 17h29 / Atualizada 03/07/2010 - 17h36

Partido Comunista renasce na Romênia 20 anos após queda de ditador

BUCARESTE, 3 Jul 2010 (AFP) -Mais de 20 anos depois da revolução que provocou a queda do ditador Nicolae Ceausescu (dezembro de 1989) e da derrubada dos regimes comunistas na Europa do Leste, o Partido Comunista Romeno (PCR) marcou neste sábado seu renascimento em um congresso organizado em Bucareste.

"Hoje, aqui, o Partido Comunista reapareceu", declarou seu presidente, Constantin Rotaru.

Centenas de simpatizantes de todo o país usando lenços vermelhos aplaudiram a fala, constatou um jornalista da AFP.

"Esperamos (...) que o Partido Comunista romeno ingresse no Parlamento em 2012", insistiu.

Representantes do Partido Comunista da vizinha Moldávia estavam presentes no congresso.

O PCR renasce entre as cinzas de um ex-partido socialista, não representado no Parlamento, o Partido da Aliança Solidária, que decidiu neste sábado mudar de nome.

Em um comunicado, o PCR afirma que "se lança na luta para colocar fim à pilhagem à qual o partido está submetido".

O partido defende em seu programa a gratuidade da educação pública e a manutenção da propriedade estatal em setores estratégicos.

De forma surpreendente, declarou que apoia a Igreja Ortodoxa e todas as demais igrejas autorizadas na Romênia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h39

    0,50
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h40

    0,30
    74.663,37
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host