UOL Notícias Notícias
 
08/07/2010 - 19h15 / Atualizada 08/07/2010 - 19h59

Cuba deveria libertar todos os presos políticos, sugere ONG

WASHINGTON, 8 Jul 2010 (AFP) -O anúncio da libertação próxima de 52 presos políticos cubanos é um passo positivo, mas o regime cubano deveria tirar todos da prisão e desmantelar seu aparato legal repressivo, pediu esta quinta-feira a organização americana de defesa dos direitos civis Human Rights Watch (HRW).

"Enquanto as draconianas leis cubanas e os falsos julgamentos continuarem ocorrendo, (os responsáveis pelo regime) continuarão lotando as prisões com novas gerações de cubanos inocentes que se atrevem a exercer seus direitos básicos", explicou, em um comunicado, o diretor para a América da organização de defesa dos direitos humanos, José Miguel Vivanco.

A Igreja Católica cubana informou esta quarta-feira que cinco presos seriam libertados em breve para viajar à Espanha e outros 47 em um prazo máximo de quatro meses, que também podem sair do país.

Um relatório recente da HRW documentou 40 casos de dissidentes que foram detidos sob a acusação de "periculosidade" pelo governo de Raúl Castro.

No passado, o governo cubano libertou presos políticos sob o recurso conhecido como "licença extrapenal", o que equivale a uma liberdade condicional, advertiu a HRW.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h09

    -0,94
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h11

    1,51
    64.723,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host