UOL Notícias Notícias
 
08/07/2010 - 19h10 / Atualizada 08/07/2010 - 19h59

Netanyahu: moratória sobre colonização não promoveu diálogo

NOVA YORK, 8 Jul 2010 (AFP) -O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse nesta quinta-feira que a moratória sobre a construção de assentamentos judaicos na Cisjordânia não conseguiu, até agora, fazer os palestinos retornarem à mesa de negociação direta para a paz no Oriente Médio.

"Decidi, contrariamente a todos os governos que me precederam, congelar as construções de novas colônias durante dez meses, para fazer os palestinos iniciarem conversações de paz", disse o líder israelense a especialistas em relações internacionais em Nova York.

"Já se passaram sete meses e até agora não vieram" conversar, completou Netanyahu no centro de estudos Council on Foreign Relations.

"Deveriam ter vindo há 12 meses, há sete meses. Não deveríamos perder mais tempo", afirmou.

Netanyahu decretou em novembro o congelamento da colonização de territórios palestinos durante dez meses, pressionado pelos Estados Unidos com o objetivo de facilitar a retomada das negociações de paz com a Autoridade Palestina de Mahmoud Abbas, bloqueadas desde a guerra lançada pelo Estado hebreu contra o movimento radical Hamas em Gaza, no fim de 2008.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,68
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,44
    64.861,92
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host