UOL Notícias Notícias
 
10/07/2010 - 14h21 / Atualizada 10/07/2010 - 14h39

Foragido procurado pela polícia britânica se suicidou

LONDRES, 10 Jul 2010 (AFP) -Uma importante caçada humana, realizada há uma semana pela polícia britânica e acompanhada ao vivo pela televisão, terminou na noite de sexta-feira com o suicídio do fugitivo, suspeito de assassinato, após várias horas de negociações.

Raoul Moat, de 37 anos e pai de três filhos, era procurado insistentemente pela polícia e suicidou-se depois de seus horas de negociações com os oficiais que o encontraram às 18h00 GMT (15H00 de Brasília) de sexta-feira, às margens de um riacho que atravessa o povoado de Rothbury, nordeste da Grã-Bretanha.

As forças de ordem mobilizaram importantes recursos para encontrar o homem. Grupos de assalto, franco-atiradores, comandos de Scotland Yard apoiados por blindados leves, helicópteros e inclusive um avião de combate equipado com sistema de detecção térmica ajudaram a rastrear Rothbury e seus arredores, uma região acidentada com bosques.

No amanhecer deste sábado, a polícia confirmou que Raoul Thomas Moat foi declarado morto ao chegar ao hospital de Newcastle, a 40 km de Rothbury.

A caçada humana, acompanhada ao vivo pela TV britânica, mobilizou 160 policiais.

Moat, um ex-segurança de boate, era procurado pela morte do companheiro de sua ex-namorada, e por ferir gravemente a mulher e um policial.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h49

    0,70
    3,280
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h53

    -1,76
    61.535,44
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host