UOL Notícias Notícias
 
12/07/2010 - 15h50 / Atualizada 12/07/2010 - 15h57

Fidel Castro aparece em programa da TV cubana nesta segunda

HAVANA, 12 Jul 2010 (AFP) -O líder comunista Fidel Castro, 83 anos, aparecerá nesta segunda-feira como convidado de um programa da televisão cubana, o Mesa-Redonda, anunciou o jornal oficial Granma, sem precisar se o programa será gravado ou transmitido ao vivo.

A emissão, a partir das 18h30 (19h30 de Brasília) vai abordar a situação do Oriente Médio e, principalmente, o confronto entre as grandes potências ocidentais e o programa nuclear do Irã.

Esta será primeira aparição em vídeo do líder comunista em um ano.

A última vez que Fidel, doente e aposentado do governo há quatro anos, apareceu em vídeo foi há 11 meses, e na quarta-feira passada ele visitou um centro científico de Havana, onde foram tiradas fotografias, divulgadas logo pela mídia cubana.

O ex-presidente e pai da Revolução cubana escreveu nas últimas semanas inúmeras cartas na imprensa local sobre questões mundiais, sem citar em nenhuma vez os acontecimentos em seu país - principalmente a decisão do irmão e sucessor Raul de libertar gradualmente 52 presos políticos detidos desde 2003; inclusive, um primeiro grupo deles viajará à noite a Madri.

Fidel Castro apareceu em 2007 no "Mesa-Redonda" para falar de sua doença, que o obrigou a ceder, em julho de 2006, o poder a seu irmão Raul.

O último vídeo mostrando o ex-presidente remonta a agosto de 2009. Fidel Castro, que recebia, então, em sua casa, estudantes de direito venezuelanos, apareceu em forma e se expressando com clareza.

"O comandante" já havia efetuado na quarta-feira sua primeira saída pública conhecida.

Vestido com suas tradicionais roupas esportivas nas cores azul e branca, visitou o Centro Nacional de Pesquisas Científicas, por ocasião do 45º aniversário de sua fundação, segundo o site oficial 'cubadebate.cu' que publicou as fotos tiradas por Alex Castro, filho de Fidel.

Vê-se o ex-presidente cubano, mais magro, mas demonstrando estar em boa forma, conversando com os empregados.

O pai da Revolução cubana de 1959 cedeu o poder a seu irmão Raul em julho de 2006 em seguida a uma grave doença intestinal. Permanece, no entanto, oficialmente, como primeiro-secretário do Partido Comunista, recebendo uma vez ou outra personalidades amigas em seu retiro de Havana.

Escreve regulamente suas "reflexões" sobre atualidade na imprensa local.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host