UOL Notícias Notícias
 
12/07/2010 - 11h45 / Atualizada 12/07/2010 - 11h58

Ordem de prisão contra presidente do Sudão soma acusação de genocídio

HAIA, 12 Jul 2010 (AFP) -Os juízes da Corte Penal Internacional (CPI) acrescentaram o genocídio às acusações de crimes de guerra e crimes contra a humanidade que constam da ordem de prisão contra o presidente sudanês Omar al Bashir, segundo uma sentença divulgada nesta segunda-feira.

A câmara de apelações da CPI ordenou em 3 fevereiro aos juízes de primeira instância que voltassem a examinar sua decisão de não manter a acusação de genocídio em sua ordem de prisão de 4 de março de 2009 contra o presidente sudanês.

O procurador Luis Moreno Ocampo interpôs um recurso em 6 de julho de 2009.

Este procurador investiga desde 2005 sobre Darfur, região atingida desde 2003 por uma guerra civil, em virtude de uma resolução do Conselho de Segurança da ONU.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host