UOL Notícias Notícias
 
14/07/2010 - 23h11

Físico Shahram Amiri chega a Teerã

TEERÃ, 14 Jul 2010 (AFP) -O físico iraniano Shahram Amiri, que segundo o Irã foi "sequestrado" pelos serviços secretos dos Estados Unidos há 14 meses, chegou na manhã desta quinta-feira à capital iraniana, onde foi recebido por sua esposa e pelo vice-ministro de Relações Exteriores, Hassan Ghashghavi, constatou a AFP.

"Não tenho nada a ver com Natanz ou Fordo (duas instalações de enriquecimento de urânio), declarou Amiri à imprensa no Aeroporto Internacional de Teerã.

"Não faço qualquer pesquisa na área nuclear. Sou um simples pesquisador que trabalha em uma universidade aberta a todos e onde não há qualquer segredo".

Shahram Amiri, que afirma ter sido sequestrado por agentes da CIA, partiu dos Estados Unidos na quarta-feira, após se refugiar no escritório de interesses do Irã na embaixada do Paquistão.

Em entrevista a TV iraniana, Amiri revelou que, durante os últimos 14 meses, foi "submetido a uma pressão psicológica grande e vigiado por homens armados" nos Estados Unidos.

O cientista, no entanto, não indicou o lugar de sua detenção nem como conseguiu chegar à embaixada do Paquistão, que abriga a seção de interesses iranianos desde a ruptura das relações diplomáticas entre os Estados Unidos e a República Islâmica, há 30 anos.

Shahram Amiri desapareceu em junho de 2009 na Arábia Saudita, para onde havia viajado para uma peregrinação muçulmana. Teerã afirma que ele foi sequestrado pelos Estados Unidos com a ajuda dos serviços de inteligência sauditas.

Segundo a imprensa americana, Amiri desertou e colaborava com a CIA.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host