UOL Notícias Notícias
 
15/07/2010 - 13h14

Assessor financeiro e fotógrafo amigo da herdeira da L'Oréal são presos

PARIS, 15 Jul 2010 (AFP) -O fotógrafo François Marie Banier, amigo da herdeira da L'Oréal, Liliane Bettencourt, assim como o assessor financeiro da multimilionária, Patrice de Maistre, e outras duas pessoas foram presas preventivamente nesta quinta-feira, como parte de um novo capítulo da novela jurídico-familiar, que, nas últimas semanas, atingiu a alta esfera política do país.

As outras duas pessoas detidas por decisão da brigada financeira da polícia francesa são o ex-advogado de Liliane Bettencourt, Fabrice Goguel, e o gerente da ilha de Arros (arquipélago das Seychelles), Carlos Vejarano.

As detenções, que podem durar 48 horas, estão relacionadas ao conteúdo de gravações clandestinas de conversas de Bettencourt, a mulher mais rica da França, com seus assessores, entre eles Patrice de Maistre, gestor de sua fortuna em 2009 e 2010.

Nelas, fala-se de evasão fiscal, da intromissão do Eliseu (sede presidencial) no caso judicial que opõe Bettencourt e sua filha, e dos vínculos da multimilionária com o ministro do Trabalho, ex-ministro do Orçamento e tesoureiro do partido no poder, Eric Woerth, e sua esposa.

"Estou organizando um envio para outro país, que será Hong Kong, Cingapura ou Uruguai", afirmou Maistre nessas conversas reveladas pelo site Mediapart.

Segundo Maistre, as contas de Bettencourt não declaradas à receita francesa somam, na Suíça, 78 milhões de euros.

Enquanto os advogados dos presos não emitiram comentários, Olivier Metzner, defensor de Françoise Bettencourt Meyers, a filha única de Liliane Bettencourt, elogiou as detenções.

"É um passo importante porque há meses denunciamos os predadores que cercam Liliane Bettencourt", declarou ao canal France 2 o renomado jurista, que defendeu o ex-ditador panamenho Manuel Noriega.

O confronto entre Liliane Bettencourt, terceira fortuna da França com 16 bilhões de euros, segundo a revista Forbes, e sua filha está há meses no âmbito judicial, depois que a segunda resolveu processar Banier por "abuso de fragilidade" de sua mãe, que teria dado para o fotógrafo um bilhão de euros a título de doações.

Em um comunicado divulgado na noite de quarta-feira, a herdeira da L'Oréal, se declarou vítima de um "rompante indigno" por parte de sua filha, que aparentemente deseja precipitar sua morte.

"É um rompante indigno da parte de quem diz querer me proteger", afirmou Bettencourt, de 87 anos.

"Minha filha poderia esperar pacientemente por minha morte, ao invés de fazer todo o possível para precipitá-la", afirmou Liliane Bettencourt no comunicado em que diz que sua filha "está mal aconselhada".

Françoise Bettencourt Meyers pediu na terça-feira a um juiz que coloque sua mãe sob tutela da justiça, medida que já havia solicitado, em vão, no final de 2009.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host