UOL Notícias Notícias
 
15/07/2010 - 16h01

EUA: pedidos de auxílio-desemprego no nível mais baixo em dois anos

WASHINGTON, 15 Jul 2010 (AFP) -As solicitações de auxílio-desemprego nos Estados Unidos caíram na semana concluída no dia 10 de julho ao nível mais baixo em quase dois anos, segundo cifras publicadas nesta quinta-feira pelo Departamento de Trabalho, que atribuiu a situação a demissões limitadas na indústria.

De acordo com as variações sazonais, em dados corrigidos, o número de pedidos de auxílio-desemprego caiu para 429.000, algo nunca visto desde agosto de 2008.

É a segunda vez consecutiva que registra forte baixa. Estava em 458.000 (cifra revista) uma semana antes e em 475.000, duas semanas antes.

Mas as autoridades do Departamento de Trabalho também afirmam que estas cifras devem-se, em parte, a uma diminuição das demissões temporárias.

A "General Motors, por exemplo, decidiu não fechar sua fábrica para balanço como faz regulamente durante a semana do dia da Independência", disse o analista da UniCredit, Harm Bandholz.

"Isto contribuiu para que os empregados da GM e os fornecedores mantivessem suas ocupações".

Segundo o departamento de Trabalho, atualmente, quase 4,7 milhões de americanos dependem de subsídios ao desemprego, quando, em fevereiro passado, eram seis milhões de trabalhadores.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host