UOL Notícias Notícias
 
15/07/2010 - 19h06

Obama ve sinal positivo na interrupção de vazamento no Golfo

WASHINGTON, 15 Jul 2010 (AFP) -O presidente americano, Barack Obama, saudou, nesta quinta-feira, o anúncio feito pela BP de que o vazamento de petróleo no Golfo do México foi contido, considerando-o "um sinal positivo", alertando que o procedimento ainda está no começo.

Obama também criticou os republicanos por rejeitar a nova lei, que foi aprovada pelo Congresso hoje, agregando que a reforma permitirá garantias históricas para os consumidores.

Segundo Obama, a nova legislação permitirá a construção de uma economia "inovadora, criativa e competitiva" menos propensa ao pânico e aos resgates pagos pelos contribuintes.

A lei atacará a "irresponsabilidade" de Wall Street, pela qual milhões de americanos pagaram um preço elevado, e impedirá "o tipo de negócio obscuro que provocou a crise".

"Devido a esta reforma, jamais voltaremos a pedir ao povo americano que pague a conta pelos erros de Wall Street. Não haverá mais socorro financiado com o dinheiro dos contribuintes e ponto final".

Obama recordou a advertência que fez quando assumiu o cargo, em janeiro de 2009, de que a economia não seria simplesmente reconstruída "sobre a mesma base de areia" de antes da crise.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h40

    0,05
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h47

    0,59
    63.034,76
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host