UOL Notícias Notícias
 
19/07/2010 - 21h21

11/09 originou rede de inteligência incomensurável nos EUA: imprensa

WASHINGTON, 19 Jul 2010 (AFP) -Os serviços de segurança criados depois dos atentados de 11 de setembro de 2001 estão tão ampliados e sua dimensão é tão secreta e enredada que seu alcance é um enigma até para seus principais atores, destacou um estudo publicado esta segunda-feira pela imprensa americana, repudiada pelo diretor de inteligência.

O estudo do jornal The Washington Post diz que os atentados contra Washington e Nova York deram origem a uma burocracia "tão incomensurável e hermética que ninguém sabe quanto dinheiro custa, quanta gente emprega, quantos programas inclui, nem quantas exatamente são as agências que fazem o mesmo trabalho".

Segundo a pesquisa, há 1.271 organismos governamentais e 1.931 empresas privadas em 10.000 locais de todo o país que trabalham em programas vinculados ao contra-terrorismo, e 33 complexos edificados ou em obras para abrigar tarefas ultrasecretas, equivalentes ao espaço que ocupariam três Pentágonos.

A rede de inteligência "cresceu tanto desde o 11 de setembro (de 2001) que abarcá-la - não só para o DNI (diretor de Inteligência Nacional), o diretor da CIA ou o secretário de Defesa, mas para qualquer indivíduo - é um desafio", disse o chefe do Pentágono, Robert Gates, ao The Washington Post.

"Nove anos depois de gastos sem precedentes (...), o sistema instalado para proteger os Estados Unidos se tornou tão denso que é impossível estabelecer sua eficácia", enfatizou o jornal.

No entanto, o diretor interino do DNI, David Gombert, disse em um comunicado que o informe do Post "não reflete a Comunidade de Inteligência que conhecemos".

Enquanto as agências de inteligência "operam em um ambiente que limita o volume de informação que podemos compartilhar", os agentes americanos "impediram ataques e estão tendo sucessos diários não revelados".

O compromisso em manter a segurança nos Estados Unidos "permanecerá firme, sejam ou não refletidos nas notícias de todos os dias", acrescentou.

Logo, o DNI fez uma série de perguntas e respostas para derrubar "mitos", na qual afirma que a superposição de agências é, muitas vezes, "intencional" e que a Comunidade de Inteligência realiza um processo de revisão "intenso e contínuo".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host