UOL Notícias Notícias
 
19/07/2010 - 18h26

Congresso de Papais Noéis quer acabar com polêmica sobre Noite de Natal

COPENHAGUE, 19 Jul 2010 (AFP) -Mais de 120 Papais Noéis e duendes de vários países europeus, além de Estados Unidos, Canadá e Japão, iniciaram nesta segunda-feira à tarde o 53º Congresso Mundial em um bosque do norte de Copenhague, para debater a data da próxima Noite de Natal.

"Como nos anos anteriores, a data da Noite de Natal continua sendo um tema de controvérsia, um debate que ainda divide os Papais Noéis", explicou à AFP Jens Peder Tornvig, porta-voz desse congresso de três dias que ocorre em Bakken, um parque de cerca de 400 anos localizado ao norte da capital da Dinamarca.

"Tudo parece indicar que a grande maioria está a favor de 24 de dezembro, apesar de uma minoria ainda defender o 25 de dezembro ou 6 de janeiro, data do Natal ortodoxo russo", afirmou.

A ausência neste ano do Papai Noel russo "tornará a decisão, que será anunciada na quarta-feira, mais fácil", completou.

Outra ausência é a do Papai Noel finlandês, "que continua dando as costas ao congresso, que atende ao caráter original do Kalaallit Nunaat, o Papai Noel da Groenlândia, o único do mundo, reconhecido por quase todos desde sempre", segundo Tornvig.

Os congressistas, que estão igualmente "preocupados" com sua grande barriga, farão um desfile a pé e posteriormente de bicicleta na terça-feira pelas ruas de Copenhague, um percurso de vários quilômetros "para perder um pouco de peso, e fazer uma grande quantidade de crianças impacientes mais feliz, que poderão dar a eles com atecedência sua lista de presentes", completou.

Pela manhã, os congressistas, vestidos com seus uniformes, mergulharam os pés nas águas de Bellevue, uma praia perto de Bakken, antes de se dirigir a Copenhague.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host