UOL Notícias Notícias
 
19/07/2010 - 12h58

Moody's rebaixa a nota da Irlanda de "Aa1" a "Aa2" por dívida pública

DUBLIN, Irlanda, 19 Jul 2010 (AFP) -A agência de classificação financeira Moody's baixou nesta segunda-feira anota soberana da Irlanda de "Aa1" a "Aa2" devido ao aumento de sua dívida e de suas poucas perspectivas de crescimento.

Moody's mencionou três grande fatores para justificar sua decisão, começando pela degradação das finanças públicas, "destacada pelo aumento perceptível do raio de endividamento", já que o reembolso da dívida pública constitui um peso crescente sobre o orçamento do Estado.

A agência destacou a fragilidade das perspectivas de crescimento da Irlanda, muito afetada pela crise econômica e financeira.

Por outra parte, a agência, cujo papel consiste em avaliar a solvência das nações, destacou a fragilidade das perspectivas de crescimento da Irlanda, muito afetada pela crise econômica e financeira.

A Moody's se referiu também ao importante passivo vinculado à criação da NAMA (a agência nacional de gestão de ativos), um banco estatal que comprou dos estabelecimentos bancários privados irlandeses empréstimos de risco no valor de milhares de milhões de dólares.

Na escala utilizada pela Moody's, a nota Aa2 é a terceira mais elevada que pode ter um país, depois de "Aaa" e "Aa1", e é atribuída aos emissores "de alta qualidade".

As outras agências de classificação financeira internacionais também já havia rebaixado a nota irlandesa em várias ocasiões em 2009.

Standard & Poor's atribui atualmente ao país uma nota "AA" com perspectiva negativa (idêntica à nota "Aa2" na escala da Moody's), enquanto que a Fitch dá à Irlanda uma nota "AA-" (mais baixa que a de outros agências), acompanhada de uma perspectiva estável.

Apelidado de "tigre celta" pelo assombroso crescimento que experimentou nos anos 90 depois de ter sido o país mais pobre da Europa, a Irlanda foi o primeiro membro da Eurozona a entrar em recessão em 2008 e um dos últimos a sair.

Durante esse período de dois anos, a economia irlandesa sofreu uma contração recorde de seu PIB (Produto Interior Bruto) de 7,6% em 2009, e de 3,5% em 2008, segundo dados oficiais.

Depois disso, o PIB subiu 2,7% no primeiro trimestre de 2010 com relação aos últimos três meses do ano passado. De qualquer maneira, registrou uma queda de 0,7% na medição interanual.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h00

    -0,87
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h05

    0,35
    70.259,02
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host