UOL Notícias Notícias
 
19/07/2010 - 09h00

Senado russo aprova controvertida lei que amplia poderes da ex-KGB

MOSCOU, 19 Jul 2010 (AFP) -A Câmara Alta do Parlamento russo aprovou nesta segunda-feira uma lei que amplia os poderes do Serviço Federal de Segurança (FSB, ex-KGB), apoiada pelo presidente Dimitri Medvedev e criticada pelos defensores dos direitos humanos.

Este texto, que permite aos serviços especiais que lancem "advertências" contra qualquer pessoa suspeita de "criar condições" favoráveis para cometer um crime, foi aprovada a semana passada pela Duma, a Câmara Baixa do parlamento russo.

Também prevê que toda pessoa ou empresa que dificultar o trabalho de um agente do FSB poderá ser passível de uma multa de 500 a 50.000 rublos (de 13 a 1.300 euros ou 16,8 dólares a 16.800 dólares) ou detida durante um máximo de 15 dias.

Este projeto de lei já foi criticado energicamente pela oposição russa e os defensores dos direitos humanos, que temem uma volta das prisões arbitrárias realizadas pela KGB na época soviética.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host