UOL Notícias Notícias
 
20/07/2010 - 14h24

Fidel Castro descreve dirigentes dos EUA como "piratas" sem ética

HAVANA, 20 Jul 2010 (AFP) -O líder cubano Fidel Castro chamou os mais altos círculos de líderes "imperiais" dos Estados Unidos de "piratas" sem ética, que usam a "violência" e o saque", segundo carta divulgada nesta terça-feira pela imprensa local.

"Sou político e gosto de fazer essas comparações, disse, ao comentar poema "Canción del pirata", do poeta espanhol Espronceda, que nasceu em 1808 e morreu aos 34 anos, em 1842.

"O poema encerra uma ideia ética. Pirata, é a palavra geralmente empregada para descrever a violência, o saque e a conquista pela força dos bens alheios", comentou.

Castro, de 83 anos e afastado do poder desde julho de 2006 por doença, vive uma intensa atividade e em apenas nove dias registrou cinco saídas públicas, a última na sexta-feira passada, quando falou durante quase hora e meia com os embaixadores cubanos.

Suas ocupações, documentadas à exaustão por fotos e vídeos, acontecem num momento em que Cuba está sob atenção internacional pela gradual libertação de 52 presos políticos, 11 dos quais partiram para o exílio, na Espanha.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h49

    0,31
    3,137
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h50

    -0,47
    75.036,82
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host