UOL Notícias Notícias
 
21/07/2010 - 09h58

Governo autoriza ministro do Trabalho a prestar depoimento à polícia

PARIS, 21 Jul 2010 (AFP) -O governo francês autorizou nesta quarta-feira a seu ministro do Trabalho, Eric Woerth, que preste depoimento à polícia à pedido da promotoria, dentro do caso vinculado à herdeira do grupo L'Oréal, indicou uma fonte governamental.

Woerth deve ser interrogado pela polícia em breve por causa das gravações clandestinas entre a multimilionária francesa Liliane Bettencourt e seus assessores.

A promotoria de Nanterre (periferia de Paris) pediu na terça-feira ao conselho de ministros que autorizasse a intimação de Woerth dentro das investigações sobre essas gravações clandestinas realizada pelo modormo da mulher mais rica da França, que transformaram um assunto jurídico-familiar num caso de Estado.

O ministro será interrogado sobre um possível financiamento político ilegal com o dinheiro de Bettencourt, suspeita de tráfico de influência para que sua esposa fosse contratada em 2007 pela emprega que gerencia a fortuna de Bettencourt, e por um caso de "conflito de interesses".

Esse último se refere ao tratamento fiscal dispensado a Bettencourt, terceira fortuna da França, suspeita de evasão fiscal.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host