UOL Notícias Notícias
 
22/07/2010 - 13h38

Chefe das Farc que custodiou Betancourt condenado a 27 anos nos EUA

NOVA YORK, 22 Jul 2010 (AFP) -Um comandante da guerrilha colombiana envolvido no sequestro de Ingrid Betancourt e de três americanos foi condenado em Nova York a 27 anos de prisão por acusações de narcotráfico.

O juiz federal Thomas Hogan anunciou nesta quinta a sentença contra Gerardo Aguilar Ramírez, chefe da 1a. Frente das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), de 51 anos, extraditado para os Estados Unidos no ano passado.

Em dezembro passado, o comandante das Farc admitiu ter dirigido a produção e a distribuição de toneladas de cocaína destinadas ao envio para os Estados Unidos.

Ramírez foi extraditado em julho de 2009 pela Colômbia na condição de que fosse julgado nos Estados Unidos exclusivamente por acusações de narcotráfico.

O guerrilheiro foi preso em 2008 junto a Alexander Farfán ('Gafas') durante a operação na qual o exército colombiano resgatou Ingrid Betancourt, os estadounidenses Marc Gonsalves, Thomas Howes e Keith Stansell, e 11 militares e policiais colombianos no sudeste do país.

Segundo os ex-reféns americanos, que estiveram em poder das Farc durante cinco anos, 'César' e 'Gafas' foram os encarregados de custodiá-los durante os últimos anos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host