UOL Notícias Notícias
 
22/07/2010 - 12h50

Colômbia adverte na OEA para presença 'ativa' da guerrilha na Venezuela

WASHINGTON, 22 Jul 2010 (AFP) -A Colômbia denunciou nesta quinta-feira à Organização dos Estados Americanos (OEA) que grupos guerrilheiros estão "consolidados" e "ativos" em território venezuelano, durante uma reunião no organismo em Washington para debater a presença de rebeldes na Venezuela.

O representante da Colômbia na OEA, Luis Hoyos, denunciou a "presença consolidada, ativa e crescente destes grupos terroristas no país irmão da Venezuela".

Hoyos apresentou nesta quinta-feira ao organismo continental um extenso dossiê com "coordenadas precisas, dados muito contundentes" que provariam a presença de grupos guerrilheiros colombianos na Venezuela.

A Colômbia espera "que o governo venezuelano aceite sua obrigação de impedir em seu território a presença de grupos que não são atacados nem perseguidos como deveriam ser", disse Hoyos no início a sessão.

Bogotá denunciou há uma semana a presença de líderes guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e do Exército de Libertação Nacional (ELN) na Venezuela, o que voltou a comprometer as já complicadas relações entre ambos os países.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h49

    -0,13
    3,164
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h53

    2,10
    70.078,23
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host