UOL Notícias Notícias
 
22/07/2010 - 19h29

Fracassa operação mauritana para libertar refém francês

BAMAKO, 22 Jul 2010 (AFP) -Militares mauritanos realizaram uma operação contra a Al-Qaeda no norte do Mali para buscar o refém francês Michel Germaneau, mas não o viram no local, afirmou à AFP nesta quinta-feira uma fonte malinesa.

"A França sabia da operação antes de começar. Agora, resta saber até que ponto estava envolvida", declarou este mediador malinês que participou de diversas libertações de reféns europeus na região.

"O que sei é que são os mauritanos que foram ao Sahara, ali onde se supunha que estava o refém francês (no norte do Mali). Parece que foram buscar o refém francês, mas não o viram no local", completou.

Questionado sobre a presença de militares franceses, essa fonte declarou: "não escutei falar de franceses. Sei que ao menos há mauritanos, isso é certo".

Pouco antes, uma fonte militar mauritana afirmou à AFP que uma operação envolvendo o exército mauritano ocorreu nesta quinta-feira contra membros da Al-Qaeda no Magrev Islâmico (AQMI), no deserto do Sahara, "em coordenação com países amigos".

Essa fonte não citou, no entanto, o nome dos "países amigos" em questão e não informou nem o lugar exato nem o balanço dessa operação.

O braço magreb da Al-Qaeda ameaçou executar Michel Germaneau, 78 anos, sequestrado em 19 de abril no Níger. O refém estaria no norte do Mali.

O AQMI também mantém sequestrados nessa região dois cidadãos espanhóis, Albert Vilalta, 35 anos, e Roque Pascual, 50 anos, raptado em novembro na Mauritânia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host