UOL Notícias Notícias
 
22/07/2010 - 18h21

Tomada de reféns em banco argentino termina com entrega de assaltante

BUENOS AIRES, 22 Jul 2010 (AFP) -A tomada de 40 reféns em uma agência bancária na cidade de Pilar, 50 km ao norte de Buenos Aires, terminou depois de cinco horas de tensas negociações, com a entrega de um dos assaltantes que tinha ameaçado detonar uma bomba.

"Todas as pessoas que estavam no banco estavam sãs e salvas e a situação está sob controle", disse o ministro da Justiça e Segurança da província de Buenos Aires, Ricardo Casal, aos muitos jornalistas reunidos no local.

Especialistas do Grupo Falcão da Polícia Federal lideraram as negociações com o assaltante identificado como Josué Rodríguez Coronel, de 20 anos, que tinha pedido de prisão por roubo, segundo uma fonte judicial presente no local.

Além do rapaz, que pediu para sua entrega a presença da esposa e do filho, bebê, a polícia fez outras detenções nas imediações porque suspeita-se que outros integrantes do bando tenham escapado ao serem cercados pela polícia em meio a uma troca de tiros sem maiores consequências.

"Quero um juiz e um carro, senão ativo a bomba", ameaçou o delinquente em conversa por telefone com o canal C5N.

A filial do banco, situada a 20 metros de uma delegacia de polícia, foi rapidamente cercada por quase uma centena de policiais, inclusive de brigadas especializadas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host