UOL Notícias Notícias
 
23/07/2010 - 15h27

Filhas do presidente Obama não fogem à tradição de baby-sitter

WASHINGTON, 23 Jul 2010 (AFP) -As filhas do presidente Barack Obama, apesar de crescerem no ambiente privilegiado da Casa Branca, não escapam à tradição americana, que impõe às jovens, na adolescência, o trabalho como baby-sitters que poder render algum dinheiro.

O presidente, para quem a superação da crise econômica em seu país é uma verdadeira dor de cabeça, informou em entrevista divulgada nesta sexta-feira pelo canal ABC que ensinava a suas filhas Malia, de 12 anos, e Sasha, de 9, a lidar com dinheiro.

"Já estão quase na idade para ganhar um pouco, trabalhando como baby-sitters", afirmou, precisando que ambas possuíam "caixas de poupança abertas em seus nomes".

Com toda a certeza, Malia e Sasha deverão ser muito solicitadas na sua nova função. Não é todo o dia que se tem como 'baby-sitters' as filhas do presidente dos Estados Unidos, opinam populares. Além disso, há a grande tranquilidade da escolta permanente por agentes do serviço secreto, comentam.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h16

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host